AARS Promove 7º Seminário Regional de Arquivos

A AARS promoveu nos dias 16 e 17 de outubro de 2020 a sétima edição do Seminário Regional de Arquivos, com formato inédito. O debate esteve centrado no seguinte questionamento. Os serviços prestados online na área de saúde atendem às necessidades dos usuários e estes serviços estão de acordo com os preceitos da preservação das fontes primárias de pesquisa, ensino e divulgação da história da saúde pública e das ciências biomédicas brasileira, em especial neste momento de pandemia de Covid 19?

O evento de 2020 promovido mais de uma década após a última edição contou com o apoio institucional do Departamento de Arquivo Central da Universidade Federal de Santa Maria. O I Seminário Regional de Arquivos foi promovido pela AARS, Curso de Arquivologia UFRGS, Departamento de Documentação UFSM em maio de 2001 e realizado na FABICO UFRGS Porto Alegre e a última edição ou seja a sexta edição sob o Tema: O Processo Eletrônico no Poder Judiciário promovida pela AARS e Ministério Público realizou-se em agosto de 2010 no Palácio do Ministério Público em Porto Alegre.

Com o tema “Fontes e Pesquisa em Ambiente Digital” e transmitido ao vivo pela plataforma Even3 – https://www.even3.com.br/aars7sra/, o seminário inovou ao acolher apresentações de comunicações em dois eixos temáticos. O encontro teve como objetivo principal reunir arquivistas e pesquisadores de fontes primárias para debater o acesso a documentos e informações em ambientes virtuais.

Das 14 às 16 horas de 16 de outubro foi realizada a oficina sobre “Arquivos Pessoais”, ministrada pela Esp. Vanessa Campos arquivista e historiógrafa da Cúria Metropolitana de Porto Alegre. O objetivo da oficina foi discutir a multiplicidade da constituição dos arquivos pessoais; tomando exemplos concretos e propor estratégias de arranjo.

A solenidade de abertura do seminário foi realizada das 19h às 21 horas de 16 de outubro. Após a breve abertura pela presidente Cristina, houve um momento cultural, iniciando por uma apresentação musical Ismael Neves, Músico cantor e pianista, graduado em Música pela Universidade Federal de Santa Maria; e maestro e pianista do coral Centro de Educação Canta, desenvolvido pelo Laboratório de Educação Musical da UFSM. Cantou e encantou o público do seminário com as músicas Asa Branca, Fascinação e Sabiá Lá Na Gaiola.

O segundo momento cultural foi uma apresentação de dança coordenada pela professora Alline Fernnadez, o trabalho “Querida Kitty”, um fragmento da Mostra Centenarista de Dança – “Simples Assim” realizada em 2019. Alline é idealizadora do Grupo Integração e Arte da Faculdade Metodista Centenário, atuando como Diretora, Coreógrafa, Professora e Bailarina.

A palestra de abertura “Ciência, Saúde e Arquivos: desafios em qualquer tempo”, foi proferida porlo Dr. Paulo Roberto Elian dos Santos, Diretor da Fiocruz e pesquisador do Programa de Pós-Graduação em Preservação e Gestão do Patrimônio Cultural das Ciências e da Saúde na mesma instituição e mediada pela Profa. Dra. Glaucia Vieira Ramos Konrad, conselheira da AARS e docente do Curso de Arquivologia da UFSM.

Na manhã de 17 de outubro a partir das 9 horas, foi realizado o debate Preservação de Dados Médicos e Sociais sobre o Covid 19 no Rio Grande do Sul, mediado pelo vice-presidente da AARS, Vinícius Mitto Navarro. A primeira fala foi sobre “Lauduz.org – A primeira plataforma de telemedicina sem fins lucrativos do Brasil” por Dr. Fábio Lopes Pedro, Médico e professor de Infectologia da UFSM e Wilson Zatt, Acadêmico do 8º semestre de Medicina da UFSM.

 

A segunda fala da manhã foi sobre o projeto do Arquivo Público do RS intitulado “Documentando a experiência da COVID-19 no Rio Grande do Sul”, apresentado por Dr. Rodrigo de Azevedo Weimer, e Ms. Clarissa Sommer Alves, Historiadores do APERS.

A partir das 14 horas da tarde foram realizadas, em duas salas, apresentações de comunicações. A comissão cientifica que realizou a avaliação dos treze trabalhos recebidos foi composta por Glaucia Vieira Ramos Konrad, conselheira da AARS e docente Arquivologia da UFSM, Dhion Hedlund, associado da AARS e docente Arquivologia da FURG e Valéria Bertotti, associada da AARS e docente Arquivologia da UFRGS.

Na sala 1, o Eixo temático 1 – Acesso a Informação Digital em Arquivos Permanentes foi mediado por Jonas Ferrigolo Melo, associado da AARS e arquivista do APERS.

Na sala 2, o Eixo temático 2 – Preservação de Patrimônio Documental Arquivístico foi mediado pelo Prof. Dhion Hedlund, associado da AARS e docente do Curso de Arquivologia da FURG.

Você pode gostar...