SALDO DE ENCERRAMENTO DA GESTÃO 2017-2019

No dia 17 de setembro de 2019 foi realizada a Assembleia Geral Extraordinária, em Porto Alegre, para aprovação do relatório de atividades e prestação de contas de 2018 e constituição e posse da Junta Governativa da AARS que conduzirá as eleições para a Diretoria Geral e Conselho Fiscal 2019-2021.

O relatório de atividades e prestação de contas foram aprovadas.

A diretoria da gestão 2017-2019 apresentou suas atividades e a prestação de contas. Importante considerar alguns números da última gestão:

– MANUTENÇÃO DA VISÃO DE PROFISSIONALIZAÇÃO DA AARS: todos os tributos legais, fiscais e contábeis em dia; recebimentos e pagamentos administrados por sistema com auditoria; informatização de todas as rotinas administrativas; aplicação de serviços in company.

– MANUTENÇÃO DO CAIXA SAUDÁVEL: A gestão está sendo encerrada com caixa de mais de 8 mil reais, fazendo com que a AARS consiga manter seu caixa saudável desde a realização no Vi Congresso Nacional de Arquivologia, em 2014.

– 59 ASSOCIADOS EM DIA (17 de setembro de 2019)

– 33 EVENTOS EM 20 MESES (relatório em https://www.aargs.com.br/conheçanossasatividades

– Lançamento no novo site da AARS

– Criação da novo logo tipo, comemorativo aos 20 anos da Associação

– AÇÕES EM ANDAMENTO: formalização de convênio com a ACOR/RS e com a Secretaria de Cultura do Estado do Rio Grande do Sul; elaboração de e-book comemorativo aos 20 anos da AARS.

Agradecemos a todos os amigos, convidados e associados pela participação nos eventos. A participação de cada um é fundamental para o coletivo funcione e exista. Entendemos nossa gestão, ainda que com falhas, como fundamental para fazer a AARS se ver como uma empresa e como um agente político ativo em defesa das causas da arquivologia e de seus profissionais.

Deixamos a gestão da AARS com a cabeça erguida e com a certeza de ter feito um trabalho que nos dá orgulho, ainda que a conjuntura política em que nosso país está imerso tenha prejudicado de certa forma a manutenção da união da classe. Isso foi pela área, foi pelos arquivistas, foi pela arquivologia.

Agora a Junta Governativa seguirá com os trâmites para a chamada de novas eleições no prazo de dois meses. Articulem-se e apresentem uma chapa, uma proposta. Invistam seu tempo pelo coletivo. A junta é fornada por: Andréa Gonçalves, Clara Kurtz, Jonas Ferrigolo Melo, Maria Cristina Fernandes e Rafael Chaves.

No dia 17 de setembro de 2019 foi realizada a Assembleia Geral Extraordinária, em Porto Alegre, para aprovação do relatório de atividades e prestação de contas de 2018 e constituição e posse da Junta Governativa da AARS que conduzirá as eleições para a Diretoria Geral e Conselho Fiscal 2019-2021.

O relatório de atividades e prestação de contas foram aprovadas.

A diretoria da gestão 2017-2019 apresentou suas atividades e a prestação de contas. Importante considerar alguns números da última gestão:

– MANUTENÇÃO DA VISÃO DE PROFISSIONALIZAÇÃO DA AARS: todos os tributos legais, fiscais e contábeis em dia; recebimentos e pagamentos administrados por sistema com auditoria; informatização de todas as rotinas administrativas; aplicação de serviços in company.

– MANUTENÇÃO DO CAIXA SAUDÁVEL: A gestão está sendo encerrada com caixa de mais de 8 mil reais, fazendo com que a AARS consiga manter seu caixa saudável desde a realização no Vi Congresso Nacional de Arquivologia, em 2014.

– 59 ASSOCIADOS EM DIA (17 de setembro de 2019)

– 33 EVENTOS EM 20 MESES (relatório em https://www.aargs.com.br/conheçanossasatividades

– Lançamento no novo site da AARS

– Criação da novo logo tipo, comemorativo aos 20 anos da Associação

– AÇÕES EM ANDAMENTO: formalização de convênio com a ACOR/RS e com a Secretaria de Cultura do Estado do Rio Grande do Sul; elaboração de e-book comemorativo aos 20 anos da AARS.

Agradecemos a todos os amigos, convidados e associados pela participação nos eventos. A participação de cada um é fundamental para o coletivo funcione e exista. Entendemos nossa gestão, ainda que com falhas, como fundamental para fazer a AARS se ver como uma empresa e como um agente político ativo em defesa das causas da arquivologia e de seus profissionais.

Deixamos a gestão da AARS com a cabeça erguida e com a certeza de ter feito um trabalho que nos dá orgulho, ainda que a conjuntura política em que nosso país está imerso tenha prejudicado de certa forma a manutenção da união da classe. Isso foi pela área, foi pelos arquivistas, foi pela arquivologia.

Obrigado!

Diretoria AARS Gestão 2017-2019

Você pode gostar...