Série AARS Depoimentos: Arquivos na pandemia – Priscila Koester Kuhn

Iniciamos na segunda semana de julho a Série AARS Depoimentos: Arquivos na pandemia. Hoje publicamos o décimo primeiro depoimento.

A associada Priscila Koester Kuhn relata o impacto da pandemia da Covid-19 no seu trabalho arquivístico.

Os depoimentos são publicados às quintas-feiras no site da AARS.

Priscila Koester Kuhn 
Arquivista Fundação Corsan
Porto Alegre, Rio Grande do Sul
Associada n. 434 da AARS

1. Qual o seu local de trabalho como arquivista?
Sou analista júnior e trabalho no arquivo da Fundação Corsan, entidade fechada de previdência privada.

2. Quais atividades desenvolvia antes da pandemia?
Minhas atividades são a produção de instrumentos normativos (Norma, Processo, POP-Processo Operacional Padrão) relativos à minha área, digitalização dos documentos, arquivamento dos documentos e das caixas, eliminação documental após autorização necessária, realizo busca e pesquisa na documentação arquivada, mantenho o controle de empréstimo e devolução da documentação. Atualmente a Fundação Corsan possui um arquivo com aproximadamente 9000 pastas suspensas e 1900 caixas de arquivo.

Além disso, a Fundação Corsan possui uma pequena biblioteca que também cuido.

3. A pandemia mudou a sua rotina de trabalho? Se sim, conte-nos o que mudou.
Meu trabalho inicialmente focava mais na questão do gerenciamento do arquivo físico e digitalização da documentação, pouco antes da pandemia estávamos em processo de busca de uma melhor forma de gestão digital da documentação.
Estou em home office desde 23.03.2020, atualmente estou realizando digitalização da correspondência que chega e é enviada para minha casa uma vez por semana, faço a pesquisa no arquivo digital de algumas informações solicitadas, procuro meios para melhorar minhas atividades. Alem disso, continuo aperfeiçoando meus conhecimentos através de vídeos e cursos online.

4. Depois que a pandemia passar, como será a volta ao trabalho? Que rotinas pretende retomar e quais manterá?
Apesar de não saber com certeza como será tudo após a pandemia, sei que pelo menos algumas coisas mudarão, só espero que para melhor. Acredito que no retorno possam ocorrer melhorias em vários processos realizados o que pode trazer também novos desafios a serem ultrapassados.

Você pode gostar...